quinta-feira, fevereiro 02, 2006

A discutir ...

A propósito do post da Costança Cunha e Sá:
É isso mesmo! Os portugueses, nós!, achamos que o melhor é sempre discutirmos tudo bem discutidinho, não se dê o caso de nos esquecermos de algum detalhe, analisarmos tudo bem analisadinho, não vá alguém ver o que não vimos, falarmos de tudo-e-mais-alguma-coisa, não vá ficar alguma outra por dizer, darmos palpites e bitaites, não vá alguém pensar que o caso tem solução, que cá-para-mim-tenho-que-isto requer um diagnóstico e para tal devíamos de encomendar um estudo a auditores competentes. Talvez-não-fosse-mal-pensado agendar-se já uma reunião para debater a pertinência de um estudo desse teor. Julgo que poderíamos voltar a discutir o assunto e se tiver aceitação então aí pensarmos em elaborar um estudo detalhado de requisitos, depois estaremos em condições de validarmos os cadernos de encargos propostos; é-meu-entender que só aí é que poderemos pensar em debater as várias propostas possíveis. É-que-sem-isso-nada-feito!
E se fizessemos agora um coffee break? hum? o que é que acham? é que parece-me que já estamos todos a ficar cansados. Alguém tem moedas?